Notícias – Faculdades Pequeno Príncipe

Notícias

FPP participa do XIV Seminário Marista de Profissões

A Faculdades Pequeno Príncipe participou, no dia 27 de maio, do XIV Seminário Marista de Profissões. O evento, aberto ao público, reuniu diversas faculdades e universidades apresentando seus cursos para os estudantes do ensino médio e fundamental.

No estande da FPP, aconteceram diversas atividades. Os acadêmicos de Psicologia realizaram uma pré-orientação vocacional, além de tirar dúvidas sobre a graduação. Já o curso de Biomedicina demonstrou medicina tradicional chinesa, parasitologia e cultura de bactérias. O curso de Farmácia apresentou a cromatografia em papel, produção de aromatizador de ambiente/perfume, e verificação de glicemia capilar. Já os cursos de Enfermagem e Medicina realizaram uma simulação de parto com a boneca Noele, além da demonstração de maquiagem cênica – técnica usada para as aulas de simulação da FPP.

Os coordenadores dos cursos de Farmácia e Biomedicina, professor Christian Boller e Professor Rogério Vaz, respectivamente, apresentaram as profissões em palestras ao público.

Todas as fotos do estande da FPP podem ser conferidas no nosso Facebook.

Egressa de Biomedicina da FPP é aceita em mestrado na Alemanha

Marianna Dallastella é egressa do curso de Biomedicina da FPP e, em setembro, dará um passo importante na sua carreira acadêmica: foi aceita em um mestrado na Alemanha. O programa que Marianna irá participar é o Master’s degree in Biomedical Sciences, na instituição Hochschule Bonn-Rhein-Sieg, University of Applied Sciences.

Leia abaixo a entrevista com a estudante!

 

Qual foi a importância da FPP para sua formação?

Conheci a Faculdades Pequeno Príncipe em uma feira profissional promovida pelo colégio que estudei. Na palestra sobre o curso de Biomedicina, lembro do professor falando que o campo de pesquisa é muito vasto fora do Brasil, um dos motivos pelo qual escolhi a área. Durante as aulas na  FPP vários professores comentavam sobre a Biomedicina no exterior, eles sempre mostravam fontes de literaturas internacionais, alguns comentavam de suas experiências fora do país, o que me interessou muito.foto formatura 01

Como foi o processo de aceite neste mestrado?

Logo depois de formada comecei a trabalhar, e percebi a necessidade de ter uma maior especialização. Lembrei da época que eu era universitária e do meu interesse em estudar fora do Brasil. Através do meu namorado soube dos programas de mestrado da Alemanha. Logo comecei a pesquisar e encontrei o mestrado para o qual me inscrevi! Eles exigiam alguns pré-requisitos, como inglês e algumas matérias obrigatórias que já tive na graduação na FPP.

O que te motivou a escolher este programa?

Achei a grade curricular do curso de mestrado bem completa, pois os biomédicos possuem muitas áreas de habilitação, sendo esse um dos pontos que me motivou. Após algumas semanas da inscrição recebi a carta de admissão da faculdade! Agora é só arrumar as malas e ir estudar muito!

 

Parabéns, Marianna!

Educar para Prevenir realiza ação no colégio Cidadão do Amanhã

O projeto de extensão Educar para Prevenir realizou uma ação no Colégio Cidadão do Amanhã, em Piraquara. A interação aconteceu no dia 17 de maio e os alunos do oitavo e nono ano do ensino fundamental do colégio foram convidados a assisti-la.

O tema deste semestre é obesidade infantil, dividida em três momentos: a apresentação se iniciou com uma parte teórica, abordando alguns conceitos e hábitos alimentares, além de trazer algumas dicas de como evitar o sedentarismo e a má alimentação. Após, foi realizada uma dinâmica com os alunos sobre MITOS E VERDADES, onde foram feitas algumas afirmações sobre o tema e os alunos levantavam uma placa, onde estava escrito MITO ou VERDADE. Para finalizar a ação, foi apresentada uma paródia com a música “Você partiu meu coração”, do artista Nego do Borel, com direito a alunos e professores participando da dança.

Os estudantes da FPP que participaram são dos cursos de biomedicina e farmácia. As professoras responsáveis pelo projeto são a Prof. Leide, a Prof. Maria Cecília, a Prof. Fernanda Daros e a Prof. Graziele Mancarz. Nesta apresentação, a Prof. Graziele Mancarz e Prof. Fernanda Daros estavam presentes.

 

Confira abaixo a letra da paródia:

 

Largue a sua televisão

Ser sedentário dá problema

Regule sua alimentação

Pois ser saudável é o esquema, dá tudo certin´

 

Obesidade é problema

Epidemia se tornou

É problema de saúde

E com mais de um fator

Comportamento influencia

Horas de sono que levou

E o tipo de comida

Hábitos que se ensinou

 

Largue a sua televisão

Ser sedentário dá problema

Regule sua alimentação

Pois ser saudável é o esquema, dá tudo certin´

 

Vai e faz um exercício

Come, mas não exagera

Esse doce é gostoso

Mas a fruta o corpo espera

Sei que isso é um dilema

Não comer é um terror

Diminua a quantidade

Pra não dar nenhum caô

 

Largue a sua televisão

Ser sedentário dá problema

Regule sua alimentação

Pois ser saudável é o esquema, dá tudo certin´

FPP organiza debate sobre Sistema CRISPR

Na segunda-feira (22), a FPP organizou um debate aberto ao público sobre o Sistema CRISPR.

O evento reuniu na mesa-redonda estudantes de Biomedicina da FPP, acadêmicos de pós-graduação stricto sensu de Bioética da PUC-PR, e os professores da FPP, Prof. Dr. Rogerio Saad Vaz e Prof. Dr. Leide Sanches.

Daiane Priscila Simão-Silva é pesquisadora do programa de Bioética e Biotecnologia da PUC-PR e comentou, no inicio de sua fala, a importância de eventos que envolvam a técnica e a ética da biomedicina. “Essa mesa-redonda organizada pela FPP é essencial, pois é preciso debater a técnica, para, posteriormente, podermos debater a ética da edição genética”, disse ela.

Professor Rogerio, coordenador do curso de Biomedicina, comenta o evento. “Recebemos alunos de todos os cursos da FPP e de diversas outras instituições do Paraná, como a PUC, UFPR e Tuiuti. Esta multidisciplinariedade é muito importante, pois permite uma visão ampla da ciência. São várias áreas trabalhando juntas para uma sociedade melhor” diz.

Dia da Luta Antimanicomial

O dia 18 de Maio é o dia do Movimento da Luta Antimanicomial. Este dia se caracteriza pela luta dos direitos das pessoas com transtorno mental. Esta luta teve início em 1987, levantada por profissionais da saúde e familiares de pessoas com sofrimento mental. No ano de sua criação, estabeleceu-se o lema do movimento “Por uma sociedade sem manicômios”. Sendo uma de suas principais pautas até hoje o fechamento dos manicômios e a implantação de novas legislações que abranjam um sistema de saúde mental na rede pública.
O Movimento da Luta Antimanicomial procura quebrar preconceitos e combate a ideia de que as pessoas com sofrimento mental devem ser isoladas. Reforça o direito fundamental à liberdade, direito de ir e vir e direito de receber cuidados e tratamentos adequados.

18485639_1422484281145365_6548262609268192709_n

Dia Nacional de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes

Hoje é Dia Nacional de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes. Nesta data, dados assustam: 18 mil crianças são vítimas de violência doméstica no Brasil, segundo dados da Sociedade Internacional de Prevenção ao Abuso e Negligência na Infância.

Neste dia, o Complexo Pequeno Príncipe realiza a Campanha Pra Toda Vida – A violência não pode marcar o futuro das crianças e adolescentes. No ano de 2017, o mote é “Quem ama cuida. Quem cuida protege. Quem protege denuncia”.

O cuidado e a proteção das crianças e adolescentes são de responsabilidade de toda a sociedade. Denuncie pelos contatos: 156 – Prefeitura de Curitiba, 181 – Disque Denúncia Estadual e 100 – Disque Denúncia Nacional.

18519587_1422175274509599_74342669917098310_n

Dia Internacional Contra a Homofobia

Hoje é dia internacional da Luta Contra a Homofobia. Esta é a data que, em 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) excluiu a homossexualidade da classificação de doenças.

Na FPP, procuramos contribuir para uma sociedade igualitária. Diga não ao preconceito e a homofobia!

 

Convite: FPP promove evento aberto ao público sobre CRISPR

No dia 22 de maio, a FPP irá promover uma discussão sobre CRISPR. O evento irá reunir estudantes do 5º período de Biomedicina, acadêmicos de pós-graduação stricto sensu de Bioética da PUC-PR, e os professores da FPP, Prof. Dr. Rogerio Saad Vaz e Prof. Me. Leide Sanches.

O debate acontecerá no auditório da FPP, a partir das 13h15, com previsão de término para às 14h45. Serão concedidas horas de atividades complementares para os estudantes participantes de outros cursos e turnos. O evento é aberto ao público.

crispr

A CRISPR

A CRISPR (Clustered Regularly Interspaced Short Palindromic Repeats) é uma ferramenta de edição genética que permite que cientistas modifiquem genomas de forma precisa, eficiente e flexível. Esta tecnologia está se desenvolvendo com velocidade e, teoricamente, será possível modificar o genoma de todos os animais, inclusive humanos, com ela. A CRISPR pode se tornar a cura de diversas doenças genéticas, portanto o assunto deve ser debatido eticamente.

Coordenador de Biomedicina da FPP apresenta trabalho em Congresso Internacional em Viena

O Professor Dr. Rogério Saad Vaz, coordenador do curso de Biomedicina da FPP, participou do evento European Congress of Clinical Microbiology and Infectious Diseases, que aconteceu em Viena – Austria entre os dias 22 e 25 de abril. O professor apresentou o trabalho em formato pôster “Soroepidemiologico que reflete políticas de Saúde Pública de Curitiba e do Parará (2014-2016)”, realizado com o Professor Leandro Rozin e com o egresso Luiz Felipe de Freitas.

18471229_1564983450203172_1871489669_nProfessor Rogério foi um dos representantes do Brasil e da FPP no congresso. Além de apresentar o trabalho, fez uma visita técnica na Universidade de Viena, que possibilitou conhecer as novas tecnologias e matrizes curriculares da instituição. Entre os palestrantes de destaque no evento, estava a virologista Françoise Barré-Sinoussi, prêmio Nobel pela descoberta do vírus HIV.

“Participar do congresso foi de grande importância, como professor e como representante da FPP. O evento possibilitou, além do networking, a troca de conhecimento sobre as novas formas e novas estruturações de ensino-aprendizagem na área médica”, comenta o Professor.

 

FPP comemora Dia do Enfermeiro na 78ª Semana Brasileira de Enfermagem

Hoje (12) é comemorado o Dia do Enfermeiro. Em homenagens aos estudantes e profissionais da área, a FPP organizou um evento com o tema “Boas práticas de enfermagem e a construção de uma sociedade democrática”.

A cerimônia de abertura contou com a Enfª Olga Laura Giraldi Peterlini, Diretora de Educação da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn PR); Enfª Janyne Ribas, conselheira do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná; a Enfª Professora Dr.ª Ivete Zagonel, diretora acadêmica da FPP; a Enfª Professora Me. Karin Persegona, coordenadora do curso de Enfermagem da FPP; Enfª Me. Alexa Marchiorato, representante da residência em Enfermagem da FPP e Solange Regina Hoffmann, Presidente do Centro Acadêmico Ivete Zagonel, de Enfermagem da FPP. A mesa foi coordenada pela Profª Eliana Coutinho Evers.

Em seguida, houveram três conferências. A primeira conferência teve como tema “Boas práticas de Enfermagem em Saúde Mental e a construção de uma sociedade democrática”, palestradas pela médica psiquiatra Drª Cláudia Paola Carrasco de Aguiar, pela Enfª Milena da Costa. Pesquisadora e Enf. do Hospital Pequeno Príncipe, e mediada pela Profª Ivete Palmira Sanson Zagonel. A segunda conferência tratou sobre a atuação da(o) enfermeira(o) na Circulação Extracorpórea, com as convidadas Enfª Edilene Chamma, enfermeira perfusionista da equipe de cirurgia cardíaca do Hospital Pequeno Príncipe e com a Professora Andreia de Lara L. Kantoviscki. A conferência final teve a temática “Internacionalização do Ensino e da Atuação da Enfermagem – Experiência do Canadá”, com os professores Prof. Dr. Rogério Saad Vaz e Prof.ª Me. Karin Rosa Persegona Ogredowski.

Por fim, encerrando as comemorações, o Centro Acadêmico realizou a Cerimônia de Passagem da Lâmpada, alusão à história da Enfermagem. A Cerimônia da Lâmpada homenageia sua precursora, a enfermeira Florence Nightingale. Durante sua atuação na Guerra da Criméia (1853 – 1856), a enfermeira desenvolveu um olhar científico, crítico e reflexivo sobre o cuidado da profissão.

Durante o tempo em que esteve na Guerra, Florence liderou um grupo de voluntárias que conseguiu reverter uma situação de calamidade, em que muitos soldados morriam por falta de questões mínimas de higiene e cuidados básicos. Com seu trabalho e dedicação, conseguiu reduzir expressivamente o índice de mortalidade entre os feridos. Todas as noites, Florence percorria os leitos dos feridos com uma “lâmpada” para prestar os cuidados de Enfermagem aos mesmos. Desta forma, a lâmpada grega se tornou o símbolo da enfermagem mundial.

A cerimônia de Passagem da Lâmpada, representa a responsabilidade que os futuros enfermeiros assumem no início das disciplinas práticas do Curso de Enfermagem, de manterem acessa a “chama” da busca constante pelo conhecimento científico e a responsabilidade de acolher e cuidar o ser humano.