PROGRAMA DE EXTENSÃO SOCIAL E COMUNITÁRIO (PESC) – Faculdades Pequeno Príncipe

PROGRAMA DE EXTENSÃO SOCIAL E COMUNITÁRIO (PESC)

Introdução

Os Projetos de Extensão (PE) se caracterizam pela interação interprofissional e interdisciplinar da comunidade acadêmica com a sociedade, por meio da troca de conhecimentos, da participação e do contato com as situações presentes no contexto social. Conforme a Resolução do MEC nº 7/2018, tem por objetivo a formação profissional cidadã, crítica e responsável, por meio da produção e da aplicação do conhecimento, em articulação permanente com o ensino e a pesquisa.

De acordo com a Resolução nº 008/11 – CA da FPP em seu Artigo 3º,  estabelece que “as atividades de extensão desenvolvem-se por meio de política de contínuo aperfeiçoamento técnico-científico e envolve diferentes ações entre o ensino, a pesquisa e a inter-relação solidária destas atividades, priorizando atender às necessidades da sociedade, fomentando o exercício da cidadania”.

A FPP por meio do PESC propõe ações em diferentes contextos de atuação, envolvendo distintas áreas de conhecimento, sendo que as propostas são multidisciplinares, tendo como eixos de atuação a Educação em saúde e Cultura, o Cuidado em Saúde, a Sustentabilidade Social e Planetária.

Os projetos de extensão que compõem o PESC contribuem para a análise crítica dos problemas de saúde/sociais da comunidade e de estratégias de ensino e pesquisa, que possam modificar a atenção às demandas de natureza profissional e educacional. Favorece a construção compartilhada de planos de ação, aplicação de ferramentas de acompanhamento e avaliação, bem como a criação de espaço de diálogo entre os envolvidos.

Entre os objetivos do PESC tem-se, desenvolver e aprimorar ações em todas as instâncias, criando projetos inovadores; realizar intervenções solidárias capazes de estabelecer vínculos entre as necessidades da sociedade e o conhecimento acadêmico; favorecer a reflexão crítica da realidade por meio da problematização. Ainda, reafirma o compromisso de trabalhar em parceria com outros atores da área da saúde para contribuir com a melhoria do sistema de saúde e da saúde das pessoas através da sua missão de educação e pesquisa.

Possibilita aos acadêmicos descobrir as necessidades sociais, buscando mecanismos que inter-relacionem a academia e a sociedade, com vistas ao desenvolvimento da consciência social e política na formação de profissionais-cidadãos.

Nesta perspectiva, fomenta-se o espírito crítico e solidário, incitando docentes e discentes a problematizarem diferentes realidades em busca da ampliação de conhecimentos e práticas que possam contribuir para a transformação e melhoria das mesmas.

 

EDUCAR PARA PREVENIR

 

Coordenação: Profª. Dra. Maria Cecília Garbelini e Profª. Dra. Leide da Conceição Sanches

Docentes envolvidos: Profª. Me. Graziele Francine Franco Mancarz e Profª. Me. Fernanda de Andrade Galliano Daros

Cursos envolvidos: Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Psicologia, bem como Curso de Mestrado em Ensino nas Ciências da Saúde.

O Projeto de Extensão “Educar para Prevenir” teve início em 2009 e fundamenta-se em levar informações reflexivas de saúde que possam contribuir para o processo de conscientização, prevenção e controle de agravos e problemas de saúde prioritários na sociedade. Parte da perspectiva de que pensar a saúde de maneira eficaz requer reflexões e ações que envolvem a proteção da saúde humana como um todo. O projeto prevê atuação em contextos escolares e grupos comunitários.

 

MULHER SAUDÁVEL

Coordenação: Profª. Me. Adriana Franco

Cursos envolvidos: Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Psicologia.

O Projeto de Extensão “Mulher Saudável” teve início em 2006 e fundamenta-se na prevenção do câncer de colo de útero e mama no contexto da saúde ocupacional por meio de ações de promoção individuais e coletivas desenvolvidas internamente e externamente do Complexo Pequeno Príncipe. O projeto é fruto de uma parceria entre a Faculdade, o Hospital Pequeno Príncipe/Instituto Pelé Pequeno Príncipe e laboratório conveniado. Tem supervisão direta, que é realizada por docente da FPP. São realizados exames de Papanicolaou e o exame clínico das mamas gratuitamente e durante o período de trabalho às colaboradoras do complexo.

 

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

Coordenação: Profª. Me. Débora Makuch e Profª. Me. Juliana Ollé Mendes.

Cursos envolvidos: Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Psicologia.

O Projeto de Extensão “Gerenciamento de Resíduos Sólidos” teve início em 2015 e fundamenta-se na minimização e controle do impacto do descarte inadequado de resíduos hospitalares do Complexo Pequeno Príncipe, contribuindo para o cumprimento das legislações vigentes, por meio de conscientização da equipe de saúde e demais pessoas que circulam neste ambiente hospitalar. A participação de docentes da FPP, colaboradores do HPP e acadêmicos de todos os cursos de graduação, se constituem em uma experiência valiosa, não somente para o estudante extensionista, mas a todos os envolvidos no processo.

 

CENTRO DE INFORMAÇÃO SOBRE MEDICAMENTOS (CIM)

Coordenação: Profª. Me. Francelise Bridi Cavassin e Prof. Dr. Christian Boller

Curso envolvido: Farmácia.

O Projeto de Extensão “Centro de Informações sobre Medicamentos” teve inicio em 2018 e fundamenta-se no CIM do CRF/PR visando sanar dúvidas sobre medicamentos por meio de formulários padronizados direcionados à população institucional do Complexo Pequeno Príncipe, bem como disponibilizar bulas informativas sobre medicamentos no formato de uma biblioteca digital, ambos disponíveis no portal virtual da instituição (INTRANET FPP).

 

HABILIDADES SOCIAIS E COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS

Coordenação: Profª. Me. Adriana Maria Bigliardi e Profª. Me. Silvia Regina Hey

Curso envolvido: Psicologia

O Projeto de Extensão “Habilidades Sociais e Competências Profissionais” teve início em 2017 com foco interdisciplinar de Desenvolvimento de Habilidades Sociais, Competências Profissionais, Gerenciamento de Estresse e Qualidade de Vida, para redução de riscos ocupacionais e de vitimização profissional de Agentes do BOPE no município de Curitiba/PR. Agentes de Segurança Pública prestam um serviço essencial à comunidade e para tal, são submetidos a uma exposição contínua a situações de risco à sua integridade física e emocional. Entre os fatores de risco para agravos à saúde do policial, encontra-se a exposição contínua a níveis elevados de estressores externos. Nesse sentido, o projeto objetiva desenvolver competências profissionais e habilidades sociais de enfrentamento e autoafirmação a situações de risco, autoafirmação, conversação e desenvoltura social e autocontrole. Busca ainda, proporcionar desenvolvimento de habilidades sociais e compreensão das próprias necessidades e das necessidades do cidadão atendido.

 

REALEZA DA ALEGRIA

Coordenação: Profª. Me. Gislayne Castro e Souza de Nieto

Docentes envolvidos: Profª. Luiza Tatiana Forte

Cursos envolvidos: Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Psicologia.

O Projeto de Extensão “Realeza da Alegria” teve início em 2018 e vem de encontro à necessidade de promoção da humanização dos profissionais da saúde. Objetiva conceder a pacientes em situações adversas uma tentativa de alívio para sua sintomatologia e situação hospitalar através da caracterização de estudantes dos cursos da área de saúde das Faculdades Pequeno Príncipe, como palhaços. Ainda, realizar ações lúdicas com o intuito de proporcionar aos pacientes momentos de interação e fuga da realidade da doença e do isolamento; proporcionar aos acadêmicos envolvidos, uma experiência de contato com a dinâmica global que envolve o processo do adoecer e do envelhecer dos pacientes; disseminar a formação de medicina baseada no paciente holístico, com o intuito de propagar os benefícios de uma formação acadêmica eficiente e humanizada; disseminar o conhecimento e experiência fora do ambiente universitário, cumprindo os princípios éticos e morais que regem a FPP.

 

PACIENTE SIMULADO

Coordenação: Prof. Me. Karyna Turra Osternack e Prof. Me.Guilherme Sanches

Cursos envolvidos: Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Psicologia.

O Projeto de Extensão “Paciente Simulado” teve início em 2018 e objetiva capacitar os discentes na atuação de simulações realísticas dos cursos de graduação da Faculdades Pequeno Príncipe. O treinamento por simulação permite que situações previamente selecionadas, planejadas e validadas possam ser treinadas até que se atinja alto nível de proficiência. O emprego desta técnica favorece o aprendizado mais ativo, permite repetições das tarefas clínicas e facilita a correção imediata dos defeitos na sua execução. Na FPP, o uso de simulação realística está presente em todos os currículos dos cursos da graduação, o que se traduz em uma demanda crescente de pacientes simulados. Para atender a esta realidade, torna-se imprescindível a capacitação diferenciada dos discentes que participam de forma voluntária nas atividades de atuação como “ator”. Em contrapartida, o discente agrega conhecimento a sua formação, bem como desenvolve habilidades e atitude profissional.

 

FARMACOTERAPIA

Coordenação: Profa. Dra. Alexandra Czepula e Profa. Dra. Milena Kalegari

Cursos envolvidos: Farmácia e Medicina.

O Projeto de Extensão “Farmacoterapia” teve início em 2018 e visa o atendimento de pacientes polimedicados identificados pelos agentes comunitários de saúde nos territórios. O objetivo é a identificação de problemas da farmacoterapia dos pacientes polimedicados, bem como propor intervenções para a melhoria destes problemas com a melhora de desfechos clínicos, humanísticos e econômicos dos pacientes. Projeto onde que visa a intervenção na visita do profissional médico juntamente com os estudantes do curso de graduação ao domicilio dos pacientes.

 

COLEÇÃO DE EDIÇÕES EM PORTUGUÊS E OUTROS IDIOMAS DO LIVRO “PEQUENO PRÍNCIPE”, DE ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY

Coordenação: Marcio José Almeida; Ivete Palmira Sanson Zagonel; Salete Arcanjo; Patrícia Maria Forte Rauli.

Cursos envolvidos: Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Psicologia.

O Projeto de Extensão teve início em 2018 e se dispõe a realizar um esforço, com a ajuda de todos, e por meio da sua biblioteca, para compor uma coleção de edições do livro de Antoine de Saint-Exupéry. A obra de Saint Exupèry torna-se um poderoso instrumento de atualização, conhecimento, e principalmente de sua exposição literária, a qual contribui para a formação integral dos futuros profissionais da área de saúde. Tem como objetivos: facilitar o acesso de estudantes, professores e funcionários das instituições que compõem o Complexo Pequeno Príncipe à obra de Antoine de Saint-Exupéry e estimular a leitura e compreensão do mesmo; reunir edições do livro editadas em Português e em outros idiomas, em meio físico (exemplares impressos) e/ou em meio eletrônico.

 

SAÚDE NA INFÂNCIA

Coordenação: Prof. Marcelo Grott Lobo

Cursos envolvidos: Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Psicologia.

O Projeto de Extensão “Saúde na Infância” teve início em 2018 e realiza atividades em ambientes públicos, principalmente parques e praças da cidade de Curitiba e região metropolitana. Objetiva realizar atividades educativas e lúdicas em saúde com a comunidade (público infantil e seus cuidadores), voltadas ao desenvolvimento saudável na infância. Em face dessa realidade, torna-se importante a aproximação com a população por meio de campanhas e atividades, para que se possa conscientizar sobre as necessidades evidenciadas durante o atendimento em saúde da criança.  Salienta-se que a área de puericultura trabalha em 14 subáreas, as quais são abordadas no decorrer das reuniões, aulas e ações.

 

ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR

Coordenação: Prof. João Claudio Campos Pereira

Cursos envolvidos: Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Medicina e Psicologia.

O projeto de Extensão “Atendimento Pré-hospitalar” teve início em 2019 e visa proporcionar aos estudantes de cursos de graduação da área de saúde o contato com o atendimento pré-hospitalar e suas peculiaridades. As atividades consistem na realização de atividades teóricas e utilização de metodologias ativas para o ensino do atendimento pré-hospitalar atrelados às atividades práticas com o uso de metodologias como a simulação realísticas em laboratório utilizando manequins, com diferentes cenários de atendimento pré-hospitalar em que a equipe interdisciplinar atua. Os alunos da graduação também têm a oportunidade de acompanhar o atendimento do médico do SIATE.