Notícias – Página: 30 – Faculdades Pequeno Príncipe

Notícias

Vacina brasileira contra a dengue é aprovada nos EUA

Resultado comprova o êxito da parceria entre o Instituto Butantan e os Institutos Nacionais da Saúde dos Estados Unidos (NIH)

O resultado foi publicado na revista Science Translational Medicine.
O resultado foi publicado na revista Science Translational Medicine.

Um teste feito pelos  Institutos Nacionais da Saúde dos Estados Unidos (NIH, na sigla em inglês) revelou que a vacina contra a dengue, desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan,  oferece proteção completa contra o vírus. Os resultados do estudo foram publicados no dia 16 de março pela revista Science Translational Medicine.

O estudo, feito por pesquisadores do NIH e da Universidade Johns Hopkins, também nos Estados Unidos, baseia-se em um modelo conhecido como “desafio em humanos”, no qual os voluntários são imunizados e depois recebem uma forma amenizada do vírus para avaliar a eficácia da vacina.

Participaram do teste clínico 41 voluntários que nunca tiveram dengue. Destes, 21 receberam a vacina e outros 20 o placebo. Seis meses depois, todos eles foram infectados com uma variante atenuada do sorotipo 2 do vírus – aquele cuja prevenção por vacinas é considerada a mais difícil entre os quatro sorotipos.

A autora principal do estudo, Anna Durbin, da Universidade Johns Hopkins, afirma que o vírus amenizado, produzido pelos norte-americanos, é capaz de infectar uma alta porcentagem dos voluntários sem causar sintomas mais graves da doença. Em geral, os pacientes apresentam apenas manchas na pele, mas não chegam a ter febre.

Os resultados mostraram que os voluntários que receberam o placebo tiveram sintomas moderados da doença. Entre os que receberam a vacina, 100% ficaram completamente protegidos da infecção e não apresentaram qualquer sintoma.

Repercussão

De acordo com o diretor do Butantan, Jorge Kalil, o teste é bem-vindo e comprova os resultados obtidos na fase 2 dos testes clínicos, feita pela instituição. “É um estudo interessante e importante, porque dificilmente as autoridades sanitárias brasileiras permitiriam que fizéssemos um desafio do tipo, usando o vírus vivo”, comenta.

Agora os autores esperam desenvolver o modelo de desafio em humanos para outros vírus, incluindo o zika. “Acreditamos que um teste-desafio em humanos pode ser desenvolvido para zika. Ele seria uma ferramenta para acelerar o desenvolvimento de uma vacina contra essa doença”, afirma Anna.

De acordo com Stephen Whitehead, do Instituto de Alergias e Doenças Infecciosas do NIH e um dos autores do artigo, os dados obtidos no estudo já haviam sido considerados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) quando o órgão aprovou a realização da terceira fase dos testes clínicos, que começou em fevereiro. Os testes incluem a imunização de 17 mil voluntários humanos, que serão acompanhados ao longo de alguns anos.

 

** Com informações da Veja e Estadão Conteúdo.

ÚLTIMO DIA de inscrições para cursos de Especialização

Há vagas para Auditoria para Hospitais, Serviços, Sistemas e Planos de Saúde, Biologia Molecular e Qualidade e Segurança no Paciente


Os cursos de Enfermagem em Pediatria e Cuidados Intensivos Neonatais, Farmácia Clínica e Psicologia da Saúde e Hospitalar seguem com inscrições abertas pelo site até o dia 16 de março. Após essa data, os interessados devem se inscrever diretamente na secretaria da Faculdades Pequeno Príncipe (Avenida Iguaçu, 333 – Rebouças). As aulas para esses três cursos terão início em 19 de março.

Já os cursos de Auditoria para Hospitais, Serviços, Sistemas e Planos de Saúde, Biologia Molecular e Qualidade e Segurança no Paciente tiveram inscrições prorrogadas até o dia 13 de abril. Os cursos estão previstos para começar também no mês de abril.

Bioluminescência é diferencial de startup francesa

Empresa utiliza bactérias para iluminar fachadas e ruas sem gastar eletricidade

A ideia é utilizar o método, que não consome eletricidade, para iluminar lojas, prédios, pontos de ônibus e placas de sinalização
A ideia é utilizar o método, que não consome eletricidade, para iluminar lojas, prédios, pontos de ônibus e placas de sinalização

Uma ideia inovadora levou a startup Glowee a ganhar espaço no noticiário internacional. A empresa utiliza a bioluminescência (emissão de luz por seres vivos, resultante de uma reação química provocada por um gene) para iluminar vitrines de lojas, fachadas de prédios, monumentos e outros espaços públicos, além de mobiliário urbano, como pontos de ônibus e placas de sinalização.

“A ideia surgiu após assistirmos a um documentário sobre os peixes das profundezas marinhas, que produzem sua própria luz”, disse à BBC Brasil Sandra Rey, cofundadora da Glowee. Na época, ela era estudante de design.

As bactérias (não patogênicas e nem tóxicas), que recebem o gene de luminescência de lulas, são cultivadas em uma solução com nutrientes e açúcar para se multiplicar

Os microrganismos vivos e geneticamente modificados são depois colocados em uma espécie de “lâmpada”: invólucros de resina orgânica que podem ter várias formas e que também são adesivos, o que permite fixá-los à superfície que será iluminada.

  • Com informações da BBC Brasil.

3.º Congresso Paranaense de Saúde Pública/Coletiva aceita inscrições de trabalhos científicos e relatos de experiência até o dia 2 de maio

O evento será realizado, de 27 a 30 de julho, na Universidade Federal do Paraná - Campus Litoral, em Matinhos

A Universidade Federal do Paraná – Campus Litoral, em Matinhos, recebe, de 27 a 30 de julho, o 3.º Congresso Paranaense de Saúde Pública/Coletiva. O evento conta com intensa programação de atividades, que inclui apresentações de trabalhos científicos, relatos de experiência e oficinas.

As inscrições de trabalhos devem ser feitas até o dia 2 de maio (clique aqui para conferir todas as informações necessárias), de acordo com os seguintes eixos temáticos:

1. Políticas Públicas de Saúde/Redes de Atenção à Saúde
2. Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde
3. Formação em Saúde e Integração ensino-serviço-comunidade
4. Planejamento e Gestão em Saúde
5. Vigilância em Saúde
6. Tecnologias de Informação e Comunicação em Saúde
7. Tecnologias do Cuidado em Saúde Pública

Em caso de dúvidas ou na necessidade de mais informações, entre em contato pelo e-mail congressoinesco@unicacuritiba.com.br.

 

Experiências da FPP em destaque no XIV Congresso Brasileiro de Gestão Educacional

Patricia Forte Rauli, diretora geral da instituição, é uma das convidadas especiais do evento, que será realizado em São Paulo nos dias 30/03, 31/03 e 1.º/04

A diretora geral da FPP, Patricia Forte Rauli, é convidada especial do Geduc 2016.
A diretora geral da FPP, Patricia Forte Rauli, é convidada especial do Geduc 2016.

São Paulo sedia o XIV Congresso Brasileiro de Gestão Educacional (Geduc 2016) nos dias 30/03, 31/03 e 1.º/04. O evento, que será realizado no Hotel Maksoud Plaza, traz à tona temas como marketing educacional, empregabilidade e empreendedorismo do aluno, inovação acadêmica, gestão de pessoas, entre outros destaques.

A diretora geral da Faculdades Pequeno Príncipe, Patricia Forte Rauli, participa, no dia 30/03, do talk show “O custo do processo regulatório para as pequenas IES – como superar os obstáculos? Conheça os caminhos e avanços encontrados por IES de todas as regiões do país”.

Para mais informações e inscrições, acesse www.humus.com.br/geduc.

CRM–PR promove Ciclo de Palestras: Dia Mundial do Rim

Participação pode ser presencial ou on-line e o evento é destinado a médicos e estudantes de Medicina

Arte_EMC_Dia Mundial do Rim 2-01

O Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) promove, no dia 10 de março, o primeiro evento de 2016 do Programa de Educação Médica Continuada. A ação, em comemoração do Dia Mundial do Rim, será realizada às 20 horas na sede do CRM-PR (Rua Victório Viezzer, 84, Vista Alegre) na capital paranaense.

O Ciclo de Palestras: Dia Mundial do Rim, realizado em parceria com a Sociedade Paranaense de Nefrologia, é volado a médicos e estudantes de Medicina. Os painéis terão ênfase em Pediatria e Nefrologia.

É possível participar do evento preenchendo o formulário (participação presencial)  ou ainda acompanhá-lo on-line. Para acompanhar pela web, o participante deverá acessar a página inicial do site do CRM-PR e clicar no banner da “Transmissão On-line” para ser direcionado a um formulário de entrada, no qual deverá informar seus dados para emissão do certificado e clicar em “cadastrar-se”. Em seguida aparecerá na tela o link para entrar na sala de transmissão.

Para outras informações técnicas ou para saber como acompanhar por smartphones e tablets através do aplicativo, clique aqui.

Todos os participantes receberão certificados de Educação Médica Continuada – que serão disponibilizados no site do CRM-PR em até 30 dias após a realização do evento.

** Informações: eventos@crmpr.org.br ou (41) 3240-4045.

  • Confira a programação completa do Ciclo de Palestras: Dia Mundial do Rim

20h | Abertura

Dra. Cecília Neves de Vasconcelos Krebs – Representante CRM-PR e Coordenadora da Educação Médica Continuada

Dra. Marta Vaz Dias de Souza Boger – Presidente Sociedade Paranaense de Nefrologia

Dr. Donizetti Dimer Giamberardino Filho – Nefro Pediatra, Conselheiro do CRM-PR e Conselho Federal de Medicina e Coordenador dos trabalhos

20h10 | Histórico do Dia Mundial do Rim
Dra. Marta Vaz Dias de Souza Boger – Presidente Sociedade Paranaense de Nefrologia

20h20 | Palestras sobre Prevenção de DRC na infância
Tema: ITU na infância e a prevenção de Doença Renal Crônica
Palestrante: Dra. Mariana Faucz Munhoz Da Cunha (30min) – Nefropediatra do Hospital Pequeno Príncipe

Tema: IRA na infância: sua prevenção e seu papel na evolução para DRC

Palestrante: Dra. Karen Previdi Olandoski (30min) – Nefropediatra do Hospital Pequeno Príncipe

21h20 | Mesa de Perguntas e Respostas
Moderador: Dr. Donizetti Dimer Giamberardino Filho
Participantes: Dra. Mariana Faucz Munhoz da Cunha
Dra. Karen Previdi Olandoski

22h | Encerramento

Confira as 9 opções de cursos de especialização da FPP para 2016

Aulas começam no dia 19 de março

Faculdades Pequeno Principe
A instituição oferece 3 novos cursos de pós-graduação em 2016.

Estão abertas as inscrições para os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdades Pequeno Príncipe 2016. As aulas terão início no dia 19 de março e serão mensais, realizadas sempre aos fins de semana.

Confira abaixo a lista completa dos cursos. Escolha uma das opções e torne-se um especialista em saúde!

NOVIDADE – Qualidade e Segurança do Paciente

NOVIDADE – Saúde do Idoso

NOVIDADE – Saúde Mental

Auditoria para Hospitais, Serviços, Sistemas e Planos de Saúde

Biologia Molecular

Enfermagem em Pediatria e Cuidados Intensivos Neonatais

Farmácia Clínica

Urgência e Emergência

Psicologia da Saúde e Hospitalar

Informações: (41) 3310-1529.

Confira a lista de candidatos aprovados no Curso de Formação Docente

As aulas terão início no dia 04 de março

Clique aqui e confira a lista de candidatos aprovados no Curso de Formação Docente da Faculdades Pequeno Príncipe. O primeiro encontro ocorrerá nos dias 04 e 05 de março, no bloco 4 da Faculdades Pequeno Príncipe.

Horários:
04/03/2016 – das 17h às 22h
05/03/2016 – das 8h às 13h

Mais informações serão encaminhadas por e-mail.

13.ª chamada de Medicina

A matrícula deve ser efetivada nos dias 4 e 7 de março

Calouros de Medicina da FPP em visita ao Hospital Pequeno Príncipe.
Calouros de Medicina da FPP em visita ao Hospital Pequeno Príncipe.

A Faculdades Pequeno Príncipe divulgou a 13.ª chamada para o curso de Medicina referente ao concurso vestibular de verão 2016. Os candidatos devem fazer a matrícula nos dias 04 e 07 de março, diretamente na secretaria da FPP. Em caso de dúvidas, entre em contato pelo telefone (41) 3310-1500.

Confira a relação de aprovados

 

Prefeitura de Curitiba busca voluntários para o combate ao Aedes Aegypti

Descubra como participar da Operação Tira Focos

campanha_curitiba_aedes

A Prefeitura de Curitiba busca o apoio de toda a sociedade para o combate ao mosquito Aedes Aegypti. Uma das ações é o cadastramento de voluntários.

Para participar da  Operação Tira Focos – Curitiba Contra o Aedes, basta acessar o link da campanha no site da PMC. Os voluntários receberão treinamento, orientações e, ao final da ação, serão reconhecidos com certificado de participação.

Mais informações: (41) 3350-3690.